[ editar artigo]

A hora certa de abrir a minha empresa

A hora certa de abrir a minha empresa

Empreendedor é, por natureza, muito acelerado. Isto faz com que corram muito pelos seus negócios, como se estivessem atrasados com tudo. Mas nesta correria, você sabe qual a hora certa de abrir a sua empresa? O Projeto Jovem Empresário fala com você.

Não existe hora certa de se abrir uma empresa, existe a hora certa que o empreendedor está preparado para abri-la. Para qualquer empreendedor que você perguntar qual é a hora certa de abrir a sua empresa, certamente a resposta que você mais vai escutar é: ontem. Isso mesmo, neste universo o empreendedor sempre acha que não pode perder tempo e quer sair na frente da concorrência. Isto faz parte da natureza do ecossistema, mas vimos ao longo dos artigos do mês que existem uma diferença muito grande entre começar a empreender e abrir uma empresa.

Primeiramente, para abrir uma empresa oficialmente o seu negócio já precisa estar estabelecido ou, pelo menos, muito bem definido e planejado. Com o negócio bem definido, é possível escolher o ramo certo da atividade empresarial, o que implicará no regime de constituição da empresa e de tributação. Isto terá implicações futuras nos possíveis novos produtos e serviços que a empresa poderá oferecer para o mercado.

A partir do momento que você abre uma empresa, ou seja, que o seu negócio toma uma personalidade jurídica, passa a assumir todas as responsabilidades inerentes de se manter ativa a empresa e formalmente regular com os órgãos de fiscalização e controle. E para qualquer empresa, isto exige um pouco de recursos. Portanto, você terá gastos ao abrir e manter uma empresa, mesmo sem gerar receita. Estabelecer uma estratégia para ter um fluxo de caixa pode significar você sobreviver ou não no início das suas atividades.

Outra questão muito delicada em qualquer empreendimento é o quadro societário. Na hora da empolgação, em que o negócio é muita ideia, muitas oportunidades, muitas perspectivas e muito sonho, qualquer um está disposto a compartilhar com você do sucesso a ser alcançado. Mas não é só de sonhos que se faz uma sociedade, e na hora de por a mão na massa ou de investir o dinheiro é que as coisas começam a não dar certo.

Ter um produto mínimo viável é essencial para você ter um termômetro do seu negócio antes mesmo de que o seu produto seja comercializado. Com isto você testa os possíveis problemas e potencialidades do seu produto, a aderência com o nicho de mercado consumidor e até a relação que você precisará ter com mão de obra qualificada e fornecedores, por exemplo. Lembre-se que uma vez no mercado, o cliente não estará preocupado em saber se sua empresa está iniciando ou não. Ele cobrará você por aquilo que você prometeu que iria entregar.

Outra questão que assusta muitos empreendedores é a vulnerabilidade da economia. Bom, para este problema não há solução, pelo menos para os jovens empreendedores. As grandes empresas sofrem com as recessões e crises tanto quanto as pequenas, a diferença é que aquelas têm muito mais capital para sobreviver. Mas uma palavra de alento para os empreendedores é que qualquer mercado em crise é um potencial mercado em ascensão, então, entrar num mercado agora significa que a sua empresa terá muito mais visibilidade frente a concorrência na hora que a economia melhorar.

Aprenda mais com as mulheres empreendedoras aqui. A Comunidade Empreendedora tem os melhores mentores com as melhores experiências para compartilhar com você. Participe agora e trabalhe o perfil empreendedor para o seu negócio. E aproveite, quanto mais você trabalhar pelo seu negócio, maior será a sua recompensa. Siga nossa Trilha do Sucesso e torne-se um empreendedor de destaque.


 

TAGS

comunidade

Comunidade Empreendedora
Projeto Jovem Empresario
Projeto Jovem Empresario Seguir

Projeto Jovem Empresario

Ler matéria completa
Indicados para você