[ editar artigo]

Como fazer marketing com pouco dinheiro?

Como fazer marketing com pouco dinheiro?

O cenário da comunicação e do marketing mudou radicalmente nos últimos anos. O que há alguns poucos anos era dispendioso e muito caro, hoje tornou-se mais acessível, rápido e barato.

Com isso, você empreendedor também pode fazer marketing com pouco dinheiro e ter resultados eficientes com a utilização de alguns recursos.  
 
Estamos falando sobre as formas das pessoas fazerem marketing através dos canais de divulgação que hoje ultrapassam as mídias off-line, que são rádios, tvs, jornais e revistas.
 
A consultora da Unidade de Atendimento Digital do Sebrae/PR, Adriana Schiavon Gonçalves, mostra no Sebrae Explica, como é possível gastar pouco e fazer a divulgação e marketing da sua empresa. 


Marketing: Primeiro passo

A primeira dica da especialista é o empreendedor definir um objetivo claro e o público alvo para não desperdiçar recursos.

Dessa maneira, a divulgação passa a ter um norte de início e o sucesso dessa comunicação depende diretamente desses dois pontos. Uma dica extra é quando for definir um objetivo, tente ser o mais específico o possível e defina um de cada vez.

Será mais fácil trabalhar com poucas informações de início. Além disso, ao definir seu cliente, esse público passa a se materializar em todos os procedimentos que a empresa fizer, aproximando a marca do cliente, viabilizando melhor as negociações.

 
Marketing: Segundo passo

Depois de definir objetivo e público, é necessário verificar em quais canais esse cliente está e escolher com qual o empreendedor quer trabalhar.

Existem situações em que o público pode estar em todos os canais on-line, mas há também casos em que o cliente é mais restrito. Uma sugestão para empresas em que o público pode ser encontrado em vários canais e trabalhar com uma de cada vez.

Assim, além do empreendedor se familiarizar com a ferramenta, ele não irá se sobrecarregar de novas funções que ainda serão novidade.

Dessa forma, o gestor não se cansa facilmente e também conseguirá se dedicar com mais afinco a sua nova forma de marketing. 
 


Marketing: Terceiro passo

Ao definir e escolher o canal de comunicação, seja sites, blogs ou redes sociais, você precisará fazer uma comunicação voltada para esse canal.

Cada uma das ferramentas possui um tipo de formato melhor adaptado.

Se isso para você ainda é uma novidade, busque informações usando as ferramentas para sua pessoa física para aprender na prática ou recorra aos tutoriais na internet.

Questões mais básicas podem ser facilmente encontradas. Veja onde seu cliente está e faça a comunicação ideal para ele. 

Se você utiliza mídias sociais, como Facebook e Instagram, mantenha esses perfis ativos e sempre atualizados. Além disso, é possível fazer anúncios gastando pouco.
 

Marketing: Ferramentas específicas

Você já conhece o Google Meu Negócio? É uma ferramenta gratuita do Google onde você cria um perfil na plataforma para aumentar sua visibilidade no Maps e nas pesquisas do buscador, e na sua comunidade local.

Com isso, a sua empresa consegue atrair novos clientes quando as pessoas procuram por sua marca ou empresas semelhantes.

A ferramenta oferece controle e gerenciamento do que é exibido publicamente, além de um suporte para tirar dúvidas e obter informações necessárias para aprimorar essa administração.

No Google Meu Negócio você consegue também criar um site e interagir com seus clientes em smartphones, tablets ou computadores gratuitamente. 

Marketing: Relacionamento e parcerias

Fazer marketing com pouco dinheiro pode ser potencializado se você conseguir fazer boas parcerias e comunicação boca a boca.

Esses são dois recursos antigos, mas extremamente eficazes.

Empresas com o mesmo público juntam forças para conquistar o público. Além disso, o empreendedor sente-se mais encorajado tendo com quem contar e passa a ter mais confiança no seu negócio.

O público sente isso e gosta de empresas que possuem bom relacionamento entre si. Essas parcerias podem também beneficiar o cliente, com promoções conjuntas. Clientes fiéis são mais engajados e indicam com mais emoção e empenho.

Ser indicado fisicamente ou virtualmente gera prova social e as pessoas confiam mais naquilo que outros clientes indicam.  

Agora, você já tem mais informações para investir seu tempo em recursos de marketing que são mais baratos que a publicidade tradicional. Portanto, não ter verba para marketing não será mais um obstáculo tão grande para você, empreendedor. Defina estratégias e encontre formas criativas de promover o seu negócio.

Feito por: Diyjogos

Creditos: Suzane Marie 

 

Comunidade Empreendedora
Gustavo Schroder
Gustavo Schroder Seguir

Desenvolvedor e autor do blog - www.diyjogos.cf

Ler matéria completa
Indicados para você