[ editar artigo]

Quais são os principais tributos que o empreendedor precisa conhecer

Quais são os principais tributos que o empreendedor precisa conhecer

Não basta apenas uma ideia e boa vontade, para empreender é preciso conhecer muito bem o mercado em que se vai trabalhar. O PJE traz para você os principais tributos que o empreendedor precisa conhecer.

O Brasil é um dos países com a maior incidência tributária do mundo, tanto para a pessoa física quanto para a pessoa jurídica. Portanto, para abrir um novo negócio ou gerenciar a sua empresa o empreendedor precisa ficar atento, pois o peso dos tributos incidentes em cada categoria de negócios implicará diretamente na formação dos preços e, principalmente, na margem de lucro.

Estar com toda a carga tributária em dia, além de garantir que a sua empresa está regular com o governo, é um pré-requisito obrigatório na negociação com um sócio estratégico, por exemplo. Ainda, se a empresa precisa de aporte de investimentos para crescer, para receber recursos de linhas de investimento com benefícios instituições financeiras ou de fomento, é preciso estar em dia com o fisco. Vale lembrar que mesmo pagando todos os tributos da pessoa jurídica, o empreendedor também precisa ficar atento a todos os tributos incidentes sobre a pessoa física.

A categoria tributária de sua empresa vai depender muito do ramo de atuação da sua empresa, do CNAE na hora do cadastro do CNPJ, do porte da empresa e são cobrados pelo governo federal, do estado e do município onde a sede está instalada, portanto, antes de mais nada faça uma boa consulta com um advogado e um contador. Começar do jeito certo pode fazer você não pagar tributos excessivamente. Já vimos que conhecer os tributos é muito importante, mas vamos ver quais são os tributos que o empreendedor precisa ficar de olho?

O empreendedor pagará tributos sobre a receita de vendas de produtos ou serviços; sobre a importação de bens, serviços e tecnologia; os salários do quadro de funcionários; o patrimônio; o exercício de atividades reguladas por agências; e ainda sobre o lucro final dos negócios. Isto para a pessoa jurídica.

Os principais tributos federais são IRPJ (Imposto de Renda Pessoa Jurídica); CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido): assim como o IRPJ, incide sobre o lucro real do negócio, com alíquota de 9%; CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido); COFINS (Contribuição para Financiamento da Seguridade Social) e PIS (Programa de Integração Social) /PASEP (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público); IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados).

Ainda incidem como principal tributo estadual o ICMS (Importo sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e como principal tributo municipal o ISS (Importo sobre Serviços de Qualquer Natureza). Também incidem os tributos indiretos como contribuições previdenciárias sobre a folha de pagamento de salários (PGTS e INSS), impostos sobre o patrimônio (ITR, IPTU e IPVA), e dependendo da atividade as taxas regulatórias (Anatel, FUST, FUNTEL).

Alguns destes tributos que têm incidência sobre as vendas devem pagos diretamente pelo cliente no momento da venda, outros são taxas anuais e incidirão somente uma vez por ano. Mas precisa ficar atento, porque e é obrigação do empreendedor garantir que sejam corretamente descontados. Mas o empreendedor não precisa ficar preocupado com toda esta avalanche de tributos não. Contrate um bom contador, afinal de contas ele é um profissional especializado para resolver esta questão.

Como garantir um preço competitivo tendo que pagar tantos tributos assim. Bom, primeiramente comece a sua empresa do jeito certo que você não precisará pagar mais tributos do que apenas aqueles que a atividade principal da empresa exige. Outra questão que pode deixar o empreendedor aliviado é que todas as empresas, independentemente do porte, têm que pagar estes tributos também.

Tire as suas dúvidas sobre tributos aqui. A Comunidade Empreendedora tem os melhores mentores com as melhores experiências para compartilhar com você. Participe agora e trabalhe o perfil empreendedor para o seu negócio. E aproveite, quanto mais você trabalhar pelo seu negócio, maior será a sua recompensa.

Aproveite também a parceria com nosso ecossistema empreendedor, compartilhe agora e comece a colher as recompensas de ser um membro da Comunidade Empreendedora.

TAGS

PJE

Comunidade Empreendedora
Projeto Jovem Empresario
Projeto Jovem Empresario Seguir

Projeto Jovem Empresario

Ler matéria completa
Indicados para você