[ editar artigo]

Quando eu sei o que é necessário para o meu negócio?

Quando eu sei o que é necessário para o meu negócio?

Um dos maiores equívocos do empreendedor é achar que ele tem que se preocupar com os problemas somente quando os problemas acontecerem. Mas a grande pergunta é: quando eu sei o que é necessário para o meu negócio? Veja a experiência que o Projeto Jovem Empresário tem para passar para você.

Em se tratando de problemas, ninguém gosta de ter que passar por eles, não é mesmo? No entanto, ao longo de toda uma jornada empreendedora, é inevitável que eles apareçam, afinal de contas, não temos o controle absoluto sobre muitas coisas. Mas e como fazer com aquela velha frase que sempre escutamos, “esteja preparado para o que der e vier!”? Se muitos acontecimentos políticos, econômicos e até pessoais não tem data certa para acontecer, quando eu sei o que é necessário para o meu negócio?

 

Aqui a grande sacada é estar preparado mesmo antes do problema aparecer, e isto se faz com um bom planejamento estratégico. Mas como pensar estrategicamente se você nunca teve um negócio antes? Bom, contar com a experiência de quem já passou por isto antes e tem esses ensinamentos para compartilhar é a filosofia de trabalho do Projeto Jovem Empresário, o que chamamos de Empreendedorismo Colaborativo.

 

O planejamento estratégico funciona pensando o empreendimento em curto, médio e longo prazo. E para cada prazo devemos prever a maior parte das ações que irão acontecer, alocando os recursos e ajustando as atividades para que os objetivos e metas traçados sejam alcançados. Note que devemos prever a maior parte, outras realmente não tem como prever. Para estes casos, é sempre necessário que seja feito alguma reserva técnica de aprovisionamento de recursos, geralmente financeiros. Numa linguagem mais simples, é guardar algum dinheiro em baixo do colchão para quaisquer eventualidades.

 

Claro que o planejamento é baseado, muitas vezes, em previsões hipotéticas como por exemplo a previsão de vendas para o próximo trimestre. Dificilmente vamos acertar exatamente os valores, portanto, devemos incluir nesta previsão, além dos prazos, os possíveis cenários. O cenário mais realista possível é aquele que você tem hoje baseado nas tendências acumuladas dos últimos meses. Se as suas vendas não aumentaram e não caíram no último trimestre, é bem provável que para o próximo trimestre também não variem, só tomem um cuidado especial com aqueles empreendimentos que são sazonais. Estes devem também respeitar a sua variação sazonal.

 

Para além do cenário realista, é importante o empreendedor trabalhar também com outros dois cenários: aquele otimista, onde o empreendedor projeto o seu crescimento; e outro pessimista, onde é importante o empreendedor considerar que algumas coisas poderão dar errado. O cenário otimista é sempre o mais motivador, porque é onde o empreendedor enxerga mais lucro e é o cenário pelo qual todos os esforços deverão estar concentrados, afinal de contas o sucesso não acontece por acaso. Porém, não é este cenário que o empreendedor deve trabalhar financeiramente. Porque? Pelo simples fato de que quando o empreendedor acha que vai ter dinheiro no bolso daqui a três meses, pode assumir compromissos financeiros antecipadamente e se endividar, sem ter a certeza de que vai conseguir pagar as contas. Acreditem: esta é a causa do fechamento da maioria dos negócios nos primeiros dois anos de vida.

 

O cenário pessimista, embora não seja nada esperançoso ou motivador, deve ser levado em conta porque, na prática, as coisas podem dar errado. E quando tudo dá errado, por mais que a dor seja a mesma, é melhor não ser pego de surpresa. Ainda, o cenário pessimista sempre serve como sinal de alerta para o empreendedor, como se um aviso luminoso ficasse piscando na sua mente: “Olha em que situação você vai chegar se você não trabalhar, não fizer por onde”. Funciona quase como uma psicologia reversa, faz o empreendedor trabalhar não para chegar em algum lugar, mas para fugir de onde ele não gostaria de estar nunca. O medo do fracasso, às vezes, tem mais poder que a satisfação do sucesso.

 

O planejamento estratégico serve então para o empreendedor ter a consciência do que ele realmente é hoje, de onde ele não gostaria de chegar nunca, e de onde é possível o sonho leva-lo se ele realmente trabalhar duro para isto. Agora, a parte mais importante de qualquer planejamento, sabe qual é? O acompanhamento, a avaliação e, principalmente, a revisão periódica. Em um cenário de constantes transformações tecnológicas e de inerentes instabilidades políticas, econômicas e sociais, é preciso deixar o planejamento sempre atualizado.

 

Faça um planejamento para o seu futuro de sucesso. A Comunidade Empreendedora tem os melhores mentores com as melhores experiências para compartilhar com você. Participe agora e trabalhe o perfil empreendedor para o seu negócio. E aproveite, quanto mais você trabalhar pelo seu negócio, maior será a sua recompensa. Siga nossa Trilha do Sucesso e torne-se um empreendedor de destaque.

 

TAGS

CE

Comunidade Empreendedora
Projeto Jovem Empresario
Projeto Jovem Empresario Seguir

Projeto Jovem Empresario

Ler matéria completa
Indicados para você