[ editar artigo]

Universitários dos EUA trocam Shakespeare por linguagem de programação

Universitários dos EUA trocam Shakespeare por linguagem de programação

Siga o dinheiro. Ao menos é isso o que os estudantes universitários americanos estão fazendo quando escolhem as disciplinas que vão cursar.

Nos Estados Unidos, a quantidade de jovens que se formaram em computação, matemática ou estatística aumentou para 4,7% no ano passado, sendo que em 2009 essa participação era de 4,2% – um aumento de quase um milhão de estudantes no período – 224 mil somente em 2017, de acordo com dados do Census Bureau.

A proporção concentrada em literatura e línguas, no entanto, caiu de 4,6% para 4,2%, enquanto que o número dos que estudaram artes e história caiu 0,7 ponto percentual na participação total.

image-asking

As mudanças podem ajudar o mercado de trabalho americano em meio a uma escassez  de talentos de ciência, tecnologia, engenharia e matemática (STEM). O governo projeta um crescimento de empregos na área STEM acima da média.

As mudanças também podem refletir uma crescente conscientização entre os estudantes sobre o valor do diploma universitário e sua relevância na força de trabalho após a recessão de 2007 a 2009. O preço médio das mensalidades em cursos de quatro anos em faculdades públicas e privadas sem fins lucrativos aumentou para US$ 9.970 e US$ 34.740, respectivamente, no ano acadêmico 2017-18, mostram dados do College Board.

Formar-se em assuntos relacionados a tecnologia e matemática leva aos maiores salários, enquanto que o valor dos cursos de artes e humanidades é menos claro, segundo relatório da Bankrate.com.

De acordo com outras descobertas, os dados do Census mostram que negócios se mantém como o campo de estudos mais popular, atraindo consistentemente um quinto dos graduandos. A participação de estudantes que fazem algo relacionado à educação, no entanto, teve uma queda acentuada no período, passando de 13,7% para 12.2% do total.

Comunidade Empreendedora
Jean Alex Marcondes Maraschin
Jean Alex Marcondes Maraschin Seguir

A Hope Latin America School, é uma escola de ensino de tecnologia para crianças a partir dos 05 anos, jovens adultos e melhor idade 65+

Ler matéria completa
Indicados para você